logo

Bio

Formado em jornalismo, pela Universidade do Vale do Itajaí (SC), se apaixonou pela cultura e música eletrônica em 2004. No ano seguinte a imprensa começa sua ‘perseguição’ às festas e seus frequentadores, mostrando apenas o lado negativo em suas matérias “jornalisticas”.

Na esperança de apagar a imagem de “paraíso das drogas” passada por essa mesma ‘imprensa’, o fotógrafo, de 29 anos, decide registrar as festas catarinenses. Essa vontade de mostrar realmente a verdadeira cultura eletrônica rompeu as divisas de Santa Catarina e chegou a outros estados.

Já registrou alguns dos mais importantes eletrônicos do país como: Universo Paralello ( 9, 10 e 11 ), 303 Art Festival, Terra em Transe Festival, Tribe On Board (2008), Music On Board (2008), Tribe (SP, PR e MG), XXXPerience (PR e SP), Tribal Tech (PR), Orbital (PR, SP), Kaballah (PR e SP) entre outras.

Seu trabalho de conclusão de curso foi um livro reportagem fotográfico, que mais tarde acabou virando um vídeo. Intitulado de “Raves, o Woodstock do século XXI”, que pode ser visto abaixo.